Plantão

Qua, 03/04/2019 | Atualizado em: 03/04/2019 às 13h45


Plantão

Latrocínio Dupla não teve dó de velhinho

Euzeni Daltro
A+ A-

O idoso Manoel Francisco da Silva, 69 anos, foi assassinado com um tiro durante um assalto em frente à Igreja Batista Calvário, na Rua Paraguaçu, no bairro de Cristo Rei, em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). O corpo de seu Pernambuco, como era conhecido, foi sepultado no final da tarde de ontem, no Cemitério São Miguel, na cidade.

Familiares contaram aos investigadores da 22ª DT (Simões Filho) que o idoso saiu de casa para falar com alguém que havia ligado dizendo que queria conversar com ele. O latrocínio ocorreu durante a saída dele para conversar com essa pessoa, pouco antes das 13h de segunda-feira (1º).

No entanto, os policiais não acreditam que a pessoa da ligação esteja envolvida com o crime. "Levaram o celular dele. Foram dois caras em uma moto. Eles já vinham assaltando nessa região nos últimos dias. Já temos a identificação dos suspeitos, mas ainda não vamos divulgar para não comprometer as investigações", afirmou um investigador da 22ª DT.

Seu Pernambuco era morador antigo da cidade. Vivia há mais de 25 anos no bairro de Cristo Rei. Além de muito conhecido, ele era muito querido na região. Dezenas de moradores saíram em cortejo do Cristo Rei, onde ele morava com a família, até o bairro de Ponto Parada, onde fica o cemitério.

O cortejo foi acompanhado por carros e motos e, por onde passava, sempre havia alguém para perguntar: "É o coroa?". A pergunta logo era acompanhada por uma expressão de tristeza, diante da confirmação.