Esporte

Qua, 03/04/2019 | Atualizado em: 03/04/2019 às 13h45


Esporte

Mundial de Surfe começa e Japão vira ambição

Da redação
A+ A-

Acabou o descanso. Hora de ir até a praia e entrar no mar. A frase pode parecer confusa para o leitor, mas é a realidade dos 51 surfistas que iniciaram ontem a disputa do Mundial. A primeira etapa da temporada, em Gold Coast (Austrália), teve as baterias iniciadas após o fechamento desta edição.

Entre os 51 atletas que disputam a elite do circuito, 34 são homens. Desses, 11 são brasileiros, com dois estreantes - Peterson Crisanto, de 27 anos, e David Silva, de 24 - e o atual campeão Gabriel Medina, que busca seu terceiro título mundial com uma motivação extra: a Olimpíada de Tóquio.

Os dois melhores brazucas no ranking de 2019 vão representar o País nos Jogos de 2020, quando o surfe vai estrear em Olimpíadas. "O Brasil está no melhor cenário. Ano passado a gente ganhou título mundial, Tríplice Coroa (havaiana), Mundial Júnior e hoje nós vamos ter de novo 11 surfistas brasileiros que estão surfando muito", avaliou Gabriel Medina, em entrevista ao site GloboEsporte.com.