Tá Quente!

Sex, 08/03/2019 | Atualizado em: 08/03/2019 às 13h04


Tá Quente!

Esperto Ministro tenta se safar de candidata laranja

Estadão Conteúdo
A+ A-

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL), recorreu na quarta-feira, 6, da decisão do ministro Luiz Fux, do STF, que rejeitou o pedido para que a investigação da Procuradoria Regional Eleitoral sobre candidaturas "laranjas" do PSL em Minas Gerais fosse encaminhada à Suprema Corte.

A decisão de Fux atendeu a um pedido da PGR, para quem as apurações devem continuar fora da Corte, uma vez que as novas regras do foro definem que só cabe ao Supremo julgar crimes cometidos no exercício do mandato e em função do cargo.

A defesa do ministro do Turismo pede a Fux que reconsidere sua decisão ou envie o recurso apresentado ao plenário do STF.

Os advogados do ministro alegam que, como os supostos delitos teriam sido cometidos durante as eleições de 2018, enquanto o ministro exercia o cargo de deputado federal, para o qual foi reeleito, a competência sobre o caso é da Suprema Corte.