Esporte

Ter, 26/02/2019 | Atualizado em: 26/02/2019 às 05h02


Esporte

Na bronca! Trabalho de Enderson é questionado

Gabriel Conceição*
A+ A-

Mal começou o ano e o técnico Enderson Moreira já está pressionado no cargo. Como os investimentos no elenco do Bahia para esta temporada foram altos e os resultados em campo não têm sido satisfatórios, parte da torcida já aponta o treinador como o principal culpado pelo fracasso dentro das quatro linhas.

São apenas dois triunfos em oitos jogos com o time titular em 2019 sob a batuta do comandante. E a cobrança aumentou na última semana após a eliminação na Sul-Americana para o frágil Liverpool-URU, quando alguns tricolores já exigiram a sua saída.

Depois do empate contra o Fortaleza, no último domingo, no Castelão, pelo Nordestão, Enderson foi bastante questionado e tratou de defender-se, apontando que "o brasileiro tem memória curta". O técnico ainda tentou 'tapar o sol com a peneira'. "Queríamos a classificação na 'Sula', mas não podemos esquecer que muito dos atletas eliminados ajudaram o Bahia a conseguir uma classificação às quartas ano passado. Somos os mesmos. Você pode ter uma noite feliz, uma noite infeliz. O time pode sofrer e sair vencedor. Fico muito chateado com isso. A gente só é enaltecido quando a gente morre", apontou.

O treinador terá ao menos uma semana para descansar e preparar a equipe titular para o próximo desafio, pois na quarta-feira, 27, contra a Jacuipense, pelo Baianão, o time reserva deverá atuar sob o comando de Cláudio Prates. Este tempo será precioso para a 'poeira baixar' e Enderson voltar aos dias de glória.