Nas Ruas

Sex, 22/02/2019 | Atualizado em: 22/02/2019 às 05h02


Nas Ruas

ITAPUÃ Fé e folia marcam tradicional Lavagem

Henrique Almeida*
A+ A-

Aos 18 anos, Ezineire Souza Gois, 56, foi morar com o mineiro Antônio José Teixeira, após três dias de namoro. Entre altos e baixos, a relação durou 26 anos. Após o término, Antônio levou os dois filhos e os proibiu de ver a mãe. Devota de Oxum e Nossa Senhora da Conceição, Ezineire reencontrou os filhos em 2018.

Ontem, ela se juntou a dezenas de baianas para agradecer a graça alcançada durante a Lavagem de Itapuã, na Igreja Nossa Senhora da Conceição de Itapuã, situada na Praça Dorival Caymmi. "Só tenho que agradecer e aproveitar os meus filhos", afirmou.

Um dos pontos altos da festa, a segunda lavagem das escadarias da Igreja, começou com uma hora e vinte minutos de atraso e sob forte calor, às 13h20. Mais cedo, a 114ª edição da lavagem, última festa popular antes do Carnaval, teve música, fogos de artifício e missa solene.

Em frente à igreja, as pessoas sentiam-se abençoadas com água de cheiro lançada pelas baianas. Blocos de folia, grupos artísticos, estrangeiros, moradores de Itapuã, capoeiristas e cavaleiros marcaram presença na festa, em momento de integração e expressões multiculturais.

As atividades da festa vão até próxima segunda-feira. Amanhã, as atrações locais se apresentam no bairro. Sábado haverá atividades náuticas esportivas e Terno de Reis, a partir das 18h. Segunda-feira, os pescadores entregam oferenda a Iemanjá, a partir das 15h.

* Sob a supervisão da editora Meire Oliveira