Esporte

Qua, 20/02/2019 | Atualizado em: 20/02/2019 às 05h07


Esporte

Gestão de Ricardo David é 'condenada' pelo Conselho

Amanda Souza*
A+ A-

A permanência de Ricardo David na presidência do Vitória tem sido um problema para os torcedores. Agora, os conselheiros do clube se juntam à torcida no pedido de renúncia.

Há dois dias, o Conselho Deliberativo do Leão divulgou uma carta aberta aos rubro-negros solicitando a renúncia do mandatário e do vice-presidente Chico Salles do Conselho Diretor.

Caso aconteça, esta seria a terceira renúncia do cargo de presidente do Vitória nos últimos quatro anos. Segundo César Chammas, um dos conselheiros do clube, o objetivo da carta é motivar a saída do Conselho Diretor.

"A grande maioria já é a favor dessa destituição, não só pelos resultados em campo, mas por tudo que causou isso", ponderou o conselheiro.

César garante que os motivos que levam o Conselho à solicitar a saída de Ricardo David vão além das questões do futebol. "Todo o resultado que temos é consequência de uma má gestão. Mais do que simplesmente incompetente, mas irresponsável", disse.

Ainda de acordo com o conselheiro, o movimento pela saída se dá pela irresponsabilidade da admnistração do atual presidente, que dificulta o repasse de informações e documentações para o acompanhamento do Conselho. Como consequência disso, não restou outra alternativa. "Acaba que a cada dia que a gente mantém uma gestão dessa forma, são vários dias que o Vitória anda para trás. Então há cada vez mais uma conscientização de que há um indício de que a gestão do Vitória seja trocada", destacou.

Em caso de renúncia até que se completem 5/6 do mandato, de acordo com o Estatuto do clube, acontecem novas eleições pelo Conselho Diretor, mantendo ainda as eleições gerais de setembro deste ano, como previsto. Caso não aconteça, David permanece, a não ser que haja motivo legal de destituição.

A equipe de reportagem do MASSA! tentou contato com o setor de comunicação do Vitória, mas não obteve êxito.