Esporte

Seg, 18/02/2019 | Atualizado em: 18/02/2019 às 05h07


Esporte

Carnaval Trio arrasta tricolores em festejo do título

Allan Ribeiro
A+ A-

Os 30 anos do bicampeonato brasileiro do Bahia foi comemorado em grande estilo ontem. Em clima de Carnaval, uma multidão de torcedores lotou a Avenida Oceânica e em uma só voz cantou o hino tricolor atrás do trio elétrico.

Cantor e torcedor fanático, Ricardo Chaves, foi um dos responsáveis por alegrar a galera e destacou a felicidade por fazer parte da comemoração. "Eu estava com os jogadores em 1988, saí do hotel e entrei no estádio, carreguei a taça juntos com eles e depois de 30 anos poder comemorar de novo, é show de bola", contou.

Já João Marcelo, presidente da Associação dos Campeões Brasileiros de 1988 (ACB 88) e ex-zagueiro do tricolor, confessou que a ficha, que são bicampeões, ainda não havia caído. "Eu era muito novo, 21 anos, minha ficha caiu hoje, ver essa quantidade de torcedores do Bahia aqui pra comemorar o título que foi vencido há 30 anos atrás e lembrando o pessoal de 1959, que também são guerreiros, é ganhar mais vida", disse o ex-atleta.

A festa contou com as presenças dos jogadores mais importantes da época. Bobô não escondeu a alegria e 'largou o doce'. "30 anos depois de muita alegria, é muito bacana estar todo mundo aqui", afirmou. Ele ainda revelou a sensação de 3 décadas atrás. "Quando terminou o jogo, só sentimos a conquista quando chegamos aqui no aeroporto e tinha aquele mar de gente comemorando com a gente", lembrou o ídolo.

O ex-presidente do clube, Paulo Maracajá, também esteve presente no evento e destacou o diferencial para o time ganhar. "A união do grupo, o conjunto dos jogadores e o pulso firme de Evaristo, de todo mundo, do presidente ao massagista", concluiu.