Te Contei?

Seg, 18/02/2019 | Atualizado em: 18/02/2019 às 05h07


Te Contei?

Rei Momo pronto para cair na folia

Juliana Salles*
A+ A-

O educador social e militante dos direitos da criança e do adolescente, Renildo Barbosa, é o Rei Momo do Carnaval 2019. O novo comandante da folia momesca, eleito no último sábado durante cerimônia realizada no Clube Fantoches, no Largo Dois de Julho, receberá as chaves da cidade das mãos do prefeito ACM Neto na abertura oficial da folia, dia 28 de fevereiro.

"Desejo acolher todas as pessoas e quero reinar com absoluta tranquilidade, leveza e me dedicar o máximo a garantir o respeito e o direitos de cada um. O Carnaval é o momento de amar e festejar, até porque o mundo escolheu Salvador", ressalta Renildo, 42 anos, 119 kg e morador do bairro Federação.

O concurso foi promovido com o apoio da Federação das Entidades Carnavalescas e Culturais da Bahia, o Conselho

Municipal do Carnaval, Associação dos Profissionais Amigos da Comunicação, Associação Baiana de Trios Independentes e da Prefeitura de Salvador, por meio da Saltur.

O coordenador do concurso, Reginaldo Santos, ressalta a importância da majestade para a folia. "A figura do rei fortalece os laços de toda a festividade, além de resgatar a grandeza da nossa cidade com a representação de um comandante da alegria que inicia os dias de diversão", afirma.

No total, 16 candidatos concorreram ao título. Os segundo e terceiro lugar receberam o título de Guardiões do Rei. Os vencedores receberam os prêmios em ordem por colocação, para o Rei Momo a recompensa foi de R$ 10 mil, em segundo lugar o publicitário Alan Nery, 31 anos e 126 quilos, com R$ 4 mil, e em terceiro, o corretor de imóveis Aderbal Rodrigo Neto que participou do concurso pela primeira vez, tem 38 anos e 128 quilos, levou o valor de R$ 3 mil.

Os candidatos passaram pela comissão avaliadora, formada pelo presidente do Comcar, Pedro Costa; Iara Matos, coordenadora de captação; presidente da FECC, Jairo Mata; Maria Clara estilista e ativista religiosa; Flávia de Faro, da Saltur; o jornalista Dirceu Factum; a produtora cultural Iolanda Cotias; Joca Soares, produtor e campeão de kickboxing, e João de Barro, produtor musical.

* Sob a supervisão da editora Meire Oliveira