Plantão

Sex, 15/02/2019 | Atualizado em: 15/02/2019 às 05h07


Plantão

Mulher deu ordem para matar o ex

Jefferson domingos
A+ A-

Gláucia Ottan Mara Ferraz foi presa ontem, suspeita de encomendar a morte do ex-marido, o advogado Júlio Zacarias Ferraz, em Feira de Santana (a 115 km de Salvador), por questões relacionadas ao divórcio. O relacionamento deles durou 13 anos, período em que tiveram dois filhos.

Também foi presa a empregada Maria Luiza Borges do Carmo, 27 anos, suspeita de manter contato com os dois assassinos que dividiram a quantia de R$ 4 mil para matar o advogado.

A dupla de executores ainda é procurada pela polícia. As identidades não foram divulgadas, mas a polícia contou que eles são de Feira de Santana.

Segundo o delegado Roberto Leal, coordenador da 1ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior, as investigações dão conta de que Gláucia ordenou o crime porque Júlio Zacarias se recusou a passar todo o patrimônio para ela. A mulher negou as acusações. Já a empregada confessou o crime e alegou que estava sendo ameaçada pela patroa para contribuir. "Como ela convivia com a família há algum tempo, disse que sentiu medo e acabou apresentando os dois assassinos", disse Leal.

Júlio Zacarias ficou desaparecido por cerca de 15 dias. O corpo foi encontrado em Oliveira dos Campinhos, na zona rural de Santo Amaro. As duas suspeitas tinham prisão decretada pelas polícias, serão encaminhadas ao presídio e responderão por homicídio triplamente qualificado.