Viver Bem

Sáb, 09/02/2019 | Atualizado em: 09/02/2019 às 05h07


Viver Bem

Muito além da dor de cabeça

Amanda Souza*
A+ A-

Mulheres também broxam e essa é uma realidade. Apesar de não terem uma "falta de ereção" para denunciar a ausência do desejo, as mulheres também podem perder a vontade de transar, o que pode acontecer antes ou durante a relação sexual.

Apesar de parecer estranho, é uma coisa comum. Você, mulher, já deve ter comentado com suas amigas ou ouvido delas sobre a queda do tesão no ato sexual, que foi perdendo a graça de maneira gradativa. Pois bem, esse é o sinal de que a libido está cada vez mais ausente.

Libido é o termo usado para definir o impulso, o desejo sexual. É o que move a atração dos corpos e culmina na relação entre os parceiros.

Esse tesão, no entanto, pode ser afetado por uma série de fatores, e, portanto, terminar comprometido. Se isso acontecer, o 'rala e rola' pode se tornar cada vez menos frequente.

A redução da libido pode acontecer tanto para os homens quanto para as mulheres. Para elas, também há motivos específicos para que isso aconteça. Como explica a psicóloga Ana Laura Maciel, as razões vão desde hormônios a dores.

"O uso da pílula anticoncepcional, que mexe com o hormônio da testosterona, pode reduzir consideravelmente a libido", contou.

Além disso, mulheres em pós-parto e amamentação também podem sofrer com a falta de fogo. "A prolactina, hormônio que faz o organismo produzir leite, diminui a quantidade dos hormônios sexuais", destaca Ana Laura.

Por último e não menos importante, o ato em si pode provocar traumas. "Há mulheres que, dependendo da posição, sofrem com dores na hora da penetração".

*Sob a supervisão do jornalista Tiago Lemos