Esporte

Ter, 05/02/2019 | Atualizado em: 05/02/2019 às 05h08


Esporte

Artilheiro Mesmo voando no Baêa, Gilberto mantém pés no chão

gabriel conceição*
A+ A-

Autor de um dos golaços do clássico Ba-Vi do último domingo, na Arena Fonte Nova, o atacante Gilberto está tendo um início de temporada avassalador com a camisa do Bahia. Titular absoluto no time comandado por Enderson Moreira, o centroavante já disputou quatro jogos em 2019, balançando as redes seis vezes e se aproxima de igualar sua marca de 2018, quando marcou 11 vezes em 37 jogos, atuando entre o Esquadrão e o Yeni Malatyaspor, da Turquia.

No entanto, mesmo com a moral em alta, o artilheiro tricolor prefere usar a modéstia a seu favor e firma os pés no chão. "Sim, o gol contra o Vitória com certeza está entre os mais bonitos. Esse foi, por se tratar de um clássico, um dos mais bonitos… Mas é muito cedo para falar que é a melhor fase da minha carreira. Estamos no começo da temporada e temos que trabalhar o máximo para conquistar o que Deus nos dá no dia a dia", disse.

O empate em 1 a 1 com o rival Vitória não foi o esperado por muitos torcedores do Esquadrão que deixaram a Arena frustrados. Porém, para Gilberto, por se tratar de um clássico, não havia favorito e é preciso ter mais atenção na sequência de partidas. "O Ba-Vi é um clássico histórico. E se tratando de clássico, detalhes fazem com que você tenha o triunfo ou não. Não estamos contentes porque poderíamos sair com o triunfo. Mas é uma coisa que a gente vai conversar com o treinador e corrigir o que erramos para os próximos jogos", enfatizou o atacante do Tricolor.

Com dois jogos em dois dias seguidos - o Bahia enfrentará o Atlético-BA, na quarta, pelo Baiano, e o Liverpool-URU, na quinta, pela Sula - Gilberto acredita que vencer as duas partidas será fundamental. "Estou motivado para ajudar. Temos que levar força máxima", completou o artilheiro.

*Sob a supervisão do editor Léo Santana