Nas Ruas

Qui, 31/01/2019 | Atualizado em: 31/01/2019 às 05h08


Nas Ruas

PLANSERV Atendimento limitado para beneficiários

Tainá Cristina*
A+ A-

Prestadores de serviços, laboratórios, clínicas e hospitais conveniados ao Planserv (Sistema de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos Estaduais) devem suspender os atendimentos para pacientes quando o limite financeiro estabelecido pelo plano de saúde for atingido.

A decisão, provida pela Associação dos Hospitais e Serviços do Estado da Bahia (AHSEB), aconteceu por conta do acúmulo negativo de mais de R$ 100 milhões não repassados pelo convênio às entidades.

De acordo com o presidente da AHSEB, Mauro Duran Adan, a cota designada pelo plano de saúde é individualizada por instituição prestadora de serviço. Além disso, Mauro Duran informa que o Planserv implementou o limite orçamentário no ano de 2017 como uma atitude emergencial. Atualmente, o plano possui 1.450 prestadores de serviços.

"O Planserv estipulou que a cota fosse o valor financeiro máximo que o prestador de serviço, clínicas, hospitais ou laboratórios pudesse faturar para o convênio mensalmente. A partir do momento que começamos a trabalhar por base das cotas, em alguns momentos, com as emergências abertas, suplantamos as cotas, atendendo as pessoas devidamente autorizada pelo Planserv", explicou.

* Sob a supervisão da editora Meire Oliveira