Plantão

Qua, 30/01/2019 | Atualizado em: 30/01/2019 às 05h07


Plantão

Cadáver é de motô

Raul Aguilar
A+ A-

Um irmão do motorista de aplicativo Renan Magalhães, 39 anos, identificou ontem o corpo encontrado no último domingo (27), na zona rural de Biritinga, como sendo de seu familiar que estava desaparecido desde o último sábado (26), quando saiu para uma corrida marcada. Almir Magalhães, primo da vítima, disse que Renan, antes de sair, informou que iria fazer uma corrida para Serrinha (a 183 km de Salvador). "Meu primo saiu para trabalhar e não voltou. Ele estava rodando por aplicativo há menos de um ano. Soube que ele tinha marcado uma viagem para Serrinha, no dia em que desapareceu" revelou. "Meu primo era um cara trabalhador, tranquilo. Está sendo difícil lidar com a sua perda, a família está destruída. Esperamos que quem fez isso com ele seja preso", afirmou. O carro de Renan, um Chevrolet modelo Onix, foi encontrado na última segunda-feira (28), no bairro de Pau da Lima. Renan era casado e deixou a mulher grávida. O enterro de Renan será hoje, no Cemitério Bosque da Paz.