Plantão

Ter, 29/01/2019 | Atualizado em: 29/01/2019 às 05h07


Plantão

Homicídio Mistério ronda a morte de militar

ANDREZZA MOURA E CATARINA ALCÂNTARA*
A+ A-

A motivação para o assassinato do sargento aposentado da Marinha Márcio do Socorro Lima Hipólito, 55 anos, na noite do sábado (26), na Fazenda Grande do Retiro, ainda é um mistério para a família, já que ele era tido como uma pessoa bastante tranquila e sem inimigos.

Márcio foi executado a tiros por um homem ainda não identificado, enquanto conversava com a esposa, dentro da loja de roupas do casal, na Travessa Almirante Tamandaré, na localidade Fonte do Capim.

O suspeito chegou ao local por volta das 18h40, pilotando uma moto de dados não anotados, atirou no marinheiro e fugiu em seguida. A mulher não ficou ferida.

"O cara chegou dizendo: 'quieta, quieta, quieta'. Colocou a arma na cara dele e atirou. A esposa ainda pediu para não fazer nada com ele, que ele não tinha feito nada", contou um parente, sob anonimato. Márcio Ainda foi levado à UPA da San Martin.

Ainda de acordo com o homem, algumas pessoas que moram no bairro disseram que Márcio foi morto pelo simples fato de ser militar e porque traficantes de drogas que agem na Fonte do Capim desconfiaram que ele estava passando informações à polícia sobre o tráfico na localidade.

"Nossa família mora lá há muito tempo, mas ele veio para Salvador, há oito anos, quando se aposentou. Ele estava no Rio de Janeiro, como era da Marinha, trabalhava sempre viajando", revelou.

* Sob a supervisão do editor Samuel Lima