Plantão

Qui, 24/01/2019 | Atualizado em: 24/01/2019 às 05h02


Plantão

Sacos escondiam 'conteúdo' bizarro

Raul Aguilar
A+ A-

Dois sacos de linhagem chamaram a atenção de um dos moradores da praia do Lobato, que saiam para trabalhar na manhã de ontem.

Após sentir um mau cheiro e ver marcas de sangue próximo aos sacos, o morador resolveu abrir um deles para ver do que se tratava.

Quando abriu, ele se deparou com uma cena terrível: pedaços de um corpo humano estavam dentro do saco.

Após o achado, moradores do local começaram a circular áudios no WhatsApp, atribuindo o crime a Carlos Alexandre de Jesus dos Anjos, o Acerola. Nos aúdios, moradores afirmam que Acerola estaria tentando recuperar seu domínio no tráfico local, reduzido após sua prisão, em 2017.

O corpo foi identificado como sendo de Anderson de Jesus Santos, que, segundo um morador do local, que preferiu não se identificar, não é do bairro. "Esse corpo foi 'desovado' aqui na madrugada. Dizem que homens que chegaram em um carro colocaram ele aqui. Isso deve ter sido para mandar um recado para alguém. O que dizem é que depois que Acerola foi solto, o número de mortes cresceu e só vai parar depois que ele tomar a boca de volta", explicou o homem .

Mais áudios indicavam que havia outro corpo próximo ao local, mas a polícia disse que apenas um cadáver foi encontrado.