Nas Ruas

Qui, 10/01/2019 | Atualizado em: 10/01/2019 às 05h02


Nas Ruas

Monumento é alvo da ação de vândalos

Roy Rogeres
A+ A-

A TARDE BA

Presente no cruzamento com a avenida Silveira Martins, Cabula, o monumento Edgard Santos, confeccionado pelo artista plástico Juarez Paraíso, está abandonado à própria sorte, degradado, sem manutenção, tornando-se alvo constante de vandalismo. A Prefeitura e o Governo do Estado divergem quanto à responsabilidade por reparos, manutenção e restauração no monumento. A Prefeitura de Salvador disse que a diretora do Patrimônio e Humanidades da Fundação Gregório de Mattos (FGM), Milena Tavares, realizou a vistoria e pesquisa do equipamento, tendo identificado como responsável o Governo do Estado, e indicou que a incumbência de restauração e reparos seria do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC). O IPAC alega que o monumento não é tombado, e, por isso, a restauração não caberia ao órgão estadual. A pasta não soube precisar qual a secretaria responsável. A assessoria de comunicação do Governo, até o fechamento desta edição, não respondeu aos questionamentos.