Esporte

Seg, 07/01/2019 | Atualizado em: 07/01/2019 às 05h01


Esporte

Allan do Carmo nada de braçada pelo ciclo olímpico

Aurélio Lima
A+ A-

Allan do Carmo segue uma escalada crescente no ciclo olímpico, cada fase com um nível de dificuldade superior à outra, rumo a Tóquio-2020. O primeiro degrau será a etapa inicial da Copa do Mundo de Maratonas Aquáticas, no dia 16 de fevereiro, em Doha, no Catar. Esta competição servirá de seletiva para o Mundial de Esportes Aquáticos, em Gwanju, na Coreia do Sul, em julho deste ano.

A seleção brasileira masculina foi definida em outra seletiva, realizada em dezembro na praia de Inema, em Salvador. Os quatro atletas classificados foram os baianos Allan e Victor Colonese, o goiano Diogo Villarinho e o gaúcho Fernando Ponte. No feminino, sem recorrer a uma seletiva, a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, optou pela baiana Ana Marcela e a gaúcha Viviane Jungblut.

"Só dois se classificam nessa seletiva de Doha para o Mundial da Coreia", ressaltou Allan. Quem garantir vaga para o Mundial participa de uma seletiva automática para os Jogos Olímpicos de Tóquio.