Plantão

Qui, 27/12/2018 | Atualizado em: 27/12/2018 às 05h02


Plantão

Suspeito de matar cabeleireiro é preso

Das Agências
A+ A-

Um homem de 32 anos, acusado de assassinar a facadas um cabeleireiro gay na Avenida Paulista, foi preso no início da noite de anteontem. Fúvio Rodrigues de Matos confessou o crime, cometido na sexta-feira (21), teve a prisão temporária decretada e responderá por homicídio qualificado. Plínio Henrique de Almeida Lima, 30, voltava do Parque do Ibirapuera com outras três pessoas, quando dois homens começaram a ofender o grupo. Ao chegar à Paulista, Lima teria questionado o autor do crime sobre o motivo das ofensas e o homem o feriu com uma facada no tórax. O delegado Hamilton Costa Benfica, do 78º DP, disse que o assassino nega homofobia e alega legítima defesa. "Ele assume o homicídio, mas nega as ofensas homofóbicas", diz Benfica. No entanto, para a polícia, o crime teve motivação fútil. "É uma morte por causa de uma mera discussão, em que o autor tira o canivete que já portava e desfere no peito da vítima", afirma o delegado.