Nas Ruas

Qui, 27/12/2018 | Atualizado em: 27/12/2018 às 05h01


Nas Ruas

Tradição Galeota pode ser vetada

Juliana Salles*
A+ A-

Os preparativos para a tradicional celebração popular do Bom Jesus dos Navegantes tiveram início na tarde de ontem, na Boa Viagem. Alguns reparos foram feitos para a pintura e manutenção da Galeota Gratidão do Povo, que conduz as imagens em procissão marítima durante o festejo.

A saída da embarcação está ameaçada após vistoria da Capitania dos Portos da Bahia (CPBA) encontrar duas fissuras na parte inferior do barco.

Construída em 1891 e entregue ao povo em 1892, a galeota se tornou símbolo importante da celebração, que começa na virada do dia 31 de dezembro para 1° de janeiro, carregando adornos de flores e as representações divinas durante o transporte marítimo, enquanto fiéis contemplam o percurso. "É uma tradição que passa de geração em geração. Realiza cada detalhe com maestria e gratidão", salientou Expedito Sacramento, presidente da Devoção do Senhor Bom Jesus dos Navegantes e Nossa Senhora da Boa Viagem.

Com mais de 50 anos de história na irmandade, Expedito diz que a manutenção é feita o ano inteiro, com ajuda da população e de devotos, sendo possível contratar carpinteiros e calafates para a realização de serviços na embarcação.

Segundo ele, o gasto médio com os preparos da galeota e da igreja é, em média, de R$ 20 mil, e a manutenção da estrutura do casco está em andamento: "Lutamos para sustentar essa tradição e fé. Tudo é feito com dificuldade, mas em sintonia e amor".

* Sob a supervisão da editora Meire Oliveira