Tá Quente!

Sex, 14/12/2018 às 08h36


Tá Quente!

NA MIRA Grupo planejava dar fim em Freixo

Estadão conteúdo
A+ A-
Grupo planejava matar Marcelo Freixo, diz jornal - Tomaz Silva/Ag. Brasil
Grupo planejava matar Marcelo Freixo, diz jornal
Tomaz Silva/Ag. Brasil

A Polícia Civil afirma ter descoberto um plano para matar o deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL) no sábado (15), segundo informou em seu site o jornal carioca O Globo. Um policial militar e dois comerciantes, ligados a milicianos da zona oeste da capital fluminense, foram apontados em um relatório confidencial como envolvidos no planejamento do crime. O bando seria investigado pela Divisão de Homicídios como autor do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e o seu motorista Anderson Gomes.

Freixo seria assassinado em um compromisso público em Campo Grande. Trata-se de um encontro com ativistas e professores da rede particular de ensino, em dependências do Sindicato dos Professores. De acordo com O Globo, o relatório apontou que os três suspeitos são investigados por ligações com milicianos há cerca de cinco anos e são ligados à exploração de caça níqueis e jogo do bicho. Um dos investigados foi cabo eleitoral e assessor de um político suspeito de ser miliciano. O documento foi difundido ontem e chegou à Assembleia Legislativa.