Nas Ruas

Ter, 04/12/2018 às 09h41


Nas Ruas

Temporal Aguaceiro causou o maior 'preju'

Juliana salles*
A+ A-
No Uruguai, um esgoto transbordou, gerando dor de cabeça para a galera da área - Uendel Galter/Ag. A Tarde
No Uruguai, um esgoto transbordou, gerando dor de cabeça para a galera da área
Uendel Galter/Ag. A Tarde

As fortes chuvas que atingiram as regiões de Salvador e Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), na tarde de ontem, ocasionaram registros de alagamentos, quedas de árvores, lentidão no trânsito, ameaças de desabamentos e indícios de deslizamentos.

No bairro do Uruguai, na rua Régis Pacheco, os moradores ficaram ilhados com o bueiro de esgoto que subiu, após as fortes chuvas. "Estamos vivendo nisso aqui, está horrível, precisamos circular, levar as crianças a escola e não dá", disse a moradora Marinalva Santos.

O esgoto transbordou para a rua ao lado, na Av. Elias Kalile, e tornou dificultoso o acesso às casas e o trânsito de veículos, gerando incômodo pelo mau cheiro. " Já moro aqui há 30 anos, e estou revoltado com isso, ninguém toma providência e com a chuva piora, as bombas pifam e transborda o esgoto," salienta Erivan Araújo.

Em Lauro de Freitas, os residentes se depararam com um temporal e trovoadas que causaram alvoroço para as pessoas, além de acarretar em falta de luz por 2h, três quedas de árvores, uma de grande porte que interditou a pista sentido Estrada do Coco gerando congestionamentos, destelhamento de residências, empoçamento de água e queda de muros, entre o Centro da Cidade, Itinga e Vida Nova.

"Muita ventania e raios, foi muito rápido, a árvore caiu quase em frente a nossa loja" relatou o proprietário João Salutio, dono da NetSoluti, que presenciou o momento da caída da árvore na cidade.

* Sob a supervisão da editora Meire Oliveira