Esporte

Seg, 03/12/2018 às 09h02 | Atualizado em: 03/12/2018 às 09h03


Esporte

Último jogo sem bola na rede

Lucas Cunha
A+ A-
Jogando em casa, tricolor não saiu do empate sem gols contra o Cruzeiro, em partida válida pela última rodada do Campeonato Brasileiro 2018. - Raul Spinassé/Ag. A Tarde
Jogando em casa, tricolor não saiu do empate sem gols contra o Cruzeiro, em partida válida pela última rodada do Campeonato Brasileiro 2018.
Raul Spinassé/Ag. A Tarde

A torcida fez a parte dela e levou um ótimo público, ontem, para o estádio de Pituaçu, com mais de 27 mil pagantes no duelo do Bahia contra o Cruzeiro, pela última rodada do Brasileirão. Mas, em campo, o time não correspondeu à expectativa da festa feita fora de campo e ficou no 0 a 0 com os reservas da equipe mineira.

Com o resultado, o Esquadrão termina a Série A na sua melhor posição na era dos pontos corridos, no 11º lugar, com vaga na Copa Sul-Americana de 2019. Porém, a equipe do técnico Enderson Moreira ficou com 48 pontos e perdeu a chance de chegar aos 50, o que igualaria a quantidade de pontos obtida em 2017 – melhor do clube nesta era de pontos corridos do Brasileirão.

Já o Cruzeiro ficou no oitavo lugar, com 53 pontos, mas com uma vaga na Libertadores garantida pelo título da Copa do Brasil.

Antes de começar o jogo, o Bahia prestou mais uma homenagem a Zé Rafael, que foi negociado com o Palmeiras, na maior negociação da história do clube, no valor de R$ 14,5 milhões. O camisa 10 do Esquadrão recebeu uma placa pelos seus 128 jogos no Tricolor das mãos de Anderson Talisca, meia revelado na base do Bahia e que está de férias do seu atual clube, o Guangzhou Evergrande.

Também vale registro a presença do ex-lateral-direito do Bahia, Mailson, que desde 2010 luta contra as sequelas da Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA). Dentro de uma ambulância, ele esteve no gramado e foi saudado por torcedores e pelos jogadores do Bahia. Após o apito final, mais emoção com os aplausos para o adeus de Zé Rafael e do lateral-esquerdo Léo, outro que se despede.

Agora, só em 2019: o Bahia recebe, dia 16 de janeiro, o CRB, pelo Nordestão.