Esporte

Sáb, 03/11/2018 às 09h54


Esporte

Redenção luta por dias melhores

Levy Teles*
A+ A-
Baiano feminino - Divulgação
Baiano feminino
Divulgação

A equipe feminina do Redenção Futebol Clube treinou, ontem, em preparação para o próximo jogo do Campeonato Baiano no Mirandão – um campo de terra batizado com o nome de quem transformou a área isolada num espaço esportivo, o seu Miranda –, no bairro de Fazenda Coutos.

Com pouco mais de 11 atletas no treino, as jogadoras, que vêm de Fazenda Coutos e bairros adjacentes, aqueceram, fizeram preparação com bola e seguiram ao jogo-treino. Alguns garotos completaram a equipe no treinamento, às vésperas de um duelo do Estadual.

O adversário da vez será o Galícia, hoje, às 15h, em jogo válido pelo quarta rodada. Elas estão motivadas depois de terem obtido o melhor resultado no torneio até então, na rodada passada, contra o mesmo Galícia. O placar? Um 8 a 0 – para o Galícia. Sim, o melhor resultado do Redenção foi uma derrota por goleada. A equipe sofreu 54 gols no Estadual.

Para o Vitória, derrota por 28 a 0. Do Ypiranga, o revés foi de 18 a 0. Os placares podem assustar um torcedor desavisado, mas ainda não frustram o presidente do Redenção, Barbosa. "Nosso trabalho aqui é primeiramente social. Queremos ceder um espaço para elas competirem, além de estarmos representando o Subúrbio de Salvador, sendo a única equipe no campeonato", revela.

Inativo durante 20 anos, o Redenção, que era de Brotas, migrou as atividades para o Subúrbio, graças ao presidente Barbosa, que já realizava atividades sociais com futebol antes do resgate do clube.

*Sob supervisão do editor Daniel Dórea