Esporte

Sáb, 03/11/2018 às 09h47


Esporte

ÓTIMAS CHANCES PARA A DUPLA BA-VI

gabriel conceição*
A+ A-
Zé Rafael pode espantar má fase com bom desempenho - Felipe Oliveira/Divulgação
Zé Rafael pode espantar má fase com bom desempenho
Felipe Oliveira/Divulgação

Respirando um pouco mais aliviado, mas ainda não estando completamente a salvo da degola, o Bahia enfrentará a Chapecoense, amanhã, às 18h, na Arena Fonte Nova.

O duelo, que será contra um adversário direto na luta contra o rebaixamento, é válido pela 32ª rodada do Brasileirão. Um triunfo colocará o Esquadrão bem perto da permanência definitiva na Séria A.

Ocupando a 11ª colocação, com 37 pontos, a equipe comandada por Enderson Moreira virou a página após a eliminação na Sul-Americana e voltou com foco total para o restante da competição nacional. "Agora é tentar esquecer a Sul-Americana, onde a gente fez história e chegou nas quartas. Agora é seguir no Brasileiro, onde a gente precisa pontuar", disse o zagueiro Jackson, ontem, em coletiva.

A Chape, adversária do Esquadrão, é o primeiro time que compõe a zona. Na 17ª colocação, com 34 pontos, a equipe da Arena Condá está a um triunfo de igualar o número de pontos do Bahia. No entanto, o zagueiro Jackson projeta neste duelo uma chance de ouro para o Tricolor se distanciar da degola e chegar para o Ba-Vi da semana seguinte cheio de confiança.

"É confronto direto contra a Chapecoense. Nos últimos dois confrontos que tivemos foram diretos. Espero poder fazer um grande jogo em casa e sair com o resultado… A gente, ganhando da Chapecoense, vem confiante para o Ba-Vi, que vai ser importante jogando fora de casa", vislumbrou o zagueiro.

Para o duelo, o Esquadrão deverá vir com algumas mudanças em relação ao jogo contra o Atlético Paranaense. Além de Jackson retornar à zaga, o meia Ramires e o volante Gregore devem voltar ao time titular.

"Era o que eu queria, estar de volta, poder ajudar os meus companheiros. Graças a Deus voltei e, se Deus quiser, vamos terminar o Brasileiro bem", completou o defensor.

*Sob supervisão do jornalista Tiago Lemos