Tá Quente!

Sex, 26/10/2018 | Atualizado em: 26/10/2018 às 05h01


Tá Quente!

Apaga! TSE tira do ar fala do 'mito'

Juliana Dias
A+ A-

A TARDE BSB

O TSE determinou ontem que seja removido da internet o vídeo em que o candidato Jair Bolsonaro (PSL) questiona a confiabilidade das urnas eletrônicas. A decisão ainda impôs a remoção de 55 links que replicam o vídeo nas redes sociais.

O conteúdo foi transmitido ao vivo pelas redes do candidato, dia 16 de setembro, de dentro do hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde Bolsonaro ficou internado por conta da facada recebida em ato de campanha, em Minas Gerais. Nele, Bolsonaro diz que não estaria preocupado em perder no voto, mas na fraude, e sugere essa possibilidade nos dois turnos eleitorais.

No julgamento, por seis votos a um (apenas o relator, Carlos Horbach, foi contrário), os ministros da Corte entenderam que Bolsonaro extrapolou sua liberdade de expressão ao colocar em dúvida a segurança do processo eleitoral no Brasil, já que sugeriu que poderiam ser inseridos votos para seu concorrente direto a partir da instalação de programas nas urnas.