Tá Quente!

Sáb, 13/10/2018 | Atualizado em: 13/10/2018 às 08h41


Tá Quente!

Polêmica Fiel questiona fé de Haddad

Tânia Araújo
A+ A-

Fernando Haddad, candidato à presidência pelo Partido dos Trabalhadores, discutiu com uma mulher dentro de uma igreja católica na zona Sul de São Paulo, ontem (12).

Após participar de uma missa, o candidato foi abordado por uma fiel afirmando que o petista não poderia ter participado da comunhão por ser "um abortista", prática defendida geralmente por partidos com viés comunista, como o PT.

Segundo o jornalista e analista religioso Bernardo Küster, o Partido dos Trabalhadores historicamente defende valores que entram em conflito direto com a fé católica. "O que foi feito vai de encontro com as regras da Igreja, que ensina que o católico não pode ser comunista", explica.

"Mas, em relação ao que aconteceu pontualmente com a mulher, onde ela disse que ele não poderia comungar por ele ser abortista, é verdade, quem apoia esse tipo de movimento está em pecado grave com Deus, um pecado gravíssimo", afrimou Bernardo.