Nas Ruas

Seg, 08/10/2018 | Atualizado em: 08/10/2018 às 07h05


Nas Ruas

Atrasados Voto agora só no 2º turno

Gabriel Ribeiro
A+ A-

O famoso conselho "não deixe pra amanhã o que você pode fazer hoje" define a situação vivida por eleitores que, mesmo com todas as informações sobre horário de início e encerramento da votação, deixaram para a última hora e acabaram dando de cara com os portões fechados. O movimento intenso nos colégios eleitorais acabou incentivando algumas pessoas a deixar para votar na última hora, mas, teve gente que não conseguiu votar devido à pontualidade do horário de fechamento dos portões.

Parada em frente ao Colégio Estadual Roberto Santos, no Cabula, a dona de casa Mariza Brigida, 43 anos, chegou à conclusão que deixar para fazer as coisas na última hora pode custar caro. "Eu estava atolada de coisas pra fazer, tenho uma filha de 8 meses para cuidar e estava esperando alguém para ficar com ela, acabei deixando para votar quando faltava 10 minutos. Achei que daria tempo, mas, não consegui chegar a tempo", lamentou.

Os eleitores que não compareceram ao distrito eleitoral no dia da votação, caso não justifiquem a ausência, podem ser multados e impedidos de tirar RG e passaporte, não receber salários em cargos públicos e não poder participar de concursos públicos ou administrativo estatal. Também ficam inviabilizados de conseguir empréstimos em instituições públicas, fazer matrícula em instituições de ensino ou ser nomeado em concurso público. A multa para quem não justificar varia de R$ 3,51 a R$ 35,10, conforme valor determinado pelo juiz eleitoral de cada região. Os eleitores que não votarem no primeiro e segundo turno devem justificar as duas ausências.