Plantão

Qua, 03/10/2018 | Atualizado em: 03/10/2018 às 09h19


Plantão

Precariedade pode gerar greve no DPT

Raul Aguilar
A+ A-

O Sindicato dos Policiais Civis (Sindipoc) informou ontem que irá protocolar uma denúncia junto ao Ministério Público Estadual e ao Ministério Público do Trabalho para que seja investigado o quadro de precariedade e as péssimas condições de trabalho as quais os servidores estão submetidos no Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Salvador.

O sindicato alegaque o DPT está em situação de abandono. "Cupim nos Colchões dos alojamentos, diversas infiltrações, banheiros interditados, elevadores quebrados, saídas de emergências fechadas, paredes mofadas, problemas hidráulicos e elétricos", diz a nota.

O presidente em exercício do Sindipoc, Eustácio Lopes, avisa que, caso não sejam tomadas providências emergenciais, o Departamento de Polícia Técnica terá as atividades paralisadas. "Não vamos aceitar que o DPT continue nesse estado de caos. Precisamos de uma resposta da SSP", afirmou.