Esporte

Qua, 03/10/2018 | Atualizado em: 03/10/2018 às 09h19


Esporte

pra ficar na história

gabriel conceição*
A+ A-

O confronto entre Botafogo e Bahia, que acontece hoje, às 21h45, no estádio Engenhão, é válido pela partida de volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana e poderá ser um jogo histórico para o Esquadrão. Com o triunfo por 2 a 1 no duelo de ida, basta apenas um empate para o Tricolor chegar à inédita classificação para as quartas de final da competição continental.

Um dos principais personagens do primeiro encontro entre as equipes, o goleiro Douglas está de volta ao time titular após ter cumprido suspensão no duelo do Brasileirão, contra o Flamengo, no último final de semana. Autor de pelo menos nove defesas difíceis em Salvador, o arqueiro reconheceu que falhou no gol botafoguense, mas destaca que prefere amadurecer com o ocorrido.

"Foi uma atuação boa de uma forma geral. Eu também vejo como uma falha no gol, e serviu de aprendizado para mim e para a equipe. A gente entende que o gol não é ocasionado só por um lance da defesa, mas o surgimento dele, coletivamente, a gente poderia ter evitado. Mas esse é nosso papel, saber lidar com as falhas, triunfos, derrotas. A gente vai crescendo, amadurecendo com tudo isso e procura sempre se manter, focado na partida", aponta o camisa 1 do Bahia.

Com a vantagem do empate a favor, o arqueiro do Esquadrão espera levar o clube pela primeira vez às quartas de final do torneio para diminuir um pouco das cobranças da torcida por conta da sequência de cinco jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro e da proximidade do Z-4.

"A gente sempre está pensando em vencer para agradar os nossos torcedores. Sabemos que a torcida do Bahia é apaixonada, ela vê um grande potencial no nosso time, nos vê capaz de estar em uma melhor colocação, brigando por título. É uma oportunidade de marcar história no Bahia, sabemos disso. É um campeonato que o clube ainda não tem, uma fase a que o clube ainda não chegou. Conseguindo a classificação, isso vai nos dar confiança, um gás a mais para melhorar a nossa posição no Brasileiro", afirmou Douglas.

Além da moral elevada para a sequência da temporada, a equipe brasileira que avançar de fase vai receber uma cota de R$ 1,5 milhão para os cofres. Na próxima etapa, o vencedor do confronto entre o Esquadrão e o Glorioso irá encarar o ganhador do duelo entre Atlético-PR e Caracas.

*Sob a supervisão do editor Léo Santana