Nas Ruas

Sáb, 29/09/2018 | Atualizado em: 29/09/2018 às 05h01


Nas Ruas

Estudantes reivindicam ensino com dignidade

Gabriel Ribeiro
A+ A-

Revoltados com a suspenção das aulas há mais de 15 dias por conta da ausência de fardamento, higienização sanitária, cadeiras e de demais materiais escolares, pais e alunos do Colégio Estadual Visconde de Mauá, em São Cristóvão, promoveram na manhã de ontem um protesto para reivindicar providências por parte das autoridades responsáveis. A comunidade escolar reivindica, também, reforma da parte interna da escola. Segundo os alunos, não há cadeiras suficientes para todos, o que obriga muitos a sentarem no chão ou até mesmo dividir cadeira com outro colega. Os professores, diante dos problemas na estrura do imóvel, como infiltrações e interdição de duas salas de aula, suspenderam as aulas.

"Assistimos aula com muito medo, o teto está prestes a cair, a quadra de esporte não tem condições de brincar, sem falar na falta de cadeiras, que dificulta nosso aprendizado. Só queremos estudar", relata a estudante Gabriela de Jesus, 19.