Nas Ruas

Qui, 27/09/2018 | Atualizado em: 27/09/2018 às 05h01


Nas Ruas

Galera protesta e pede segurança para banhistas

Tânia Araújo
A+ A-

Amigos e familiares do estudante da Ufba que morreu afogado na praia da Paciência, no Rio Vermelho, no último dia 19, fizeram um protesto, ontem, solicitando à Prefeitura de Salvador melhorias do serviço Salvamar. Herber Samuel tinha 37 anos e era natural de Belo Horizonte, Minas Gerais.

A ação aconteceu no mesmo local onde ocorreu o incidente. Amigos fizeram uma caminhada em silêncio, utilizando roupas brancas, faixas de protesto e flores que jogaram ao mar. A dona da pensão onde o estudante morava, Nilda Souza, contou que Herber tinha o costume de nadar naquele local. "Se tivéssemos um salva-vidas na praia, isso não teria acontecido". Cláudio Deiró, vizinho da pensão, conta que nunca viu um salva-vidas sequer nas praias do Rio Vermelho. "Nós temos um bairro boêmio, onde existem vários bares. Como se gasta tanto dinheiro no entorno dessa paisagem linda, mas não se pensa no mar?", desabafou.