Tá Quente!

Qui, 27/09/2018 | Atualizado em: 27/09/2018 às 05h01


Tá Quente!

Debate Candidatos metem bronca um no outro

Juliana dias
A+ A-

A TARDE BSB

Candidatos à presidência da República aproveitaram o debate promovido ontem por SBT, Folha e Uol para se atacar. Até o ausente Jair Bolsonaro (PSL) foi lembrado. Ele e Fernando Haddad (PT) foram os que mais receberam críticas, uma vez que as pesquisas de intenção de voto apontam um possível segundo turno entre eles.

O termo "ringue" foi usado por Henrique Meirelles (MDB), que teve se esforçou para desvincular sua imagem ao governo de Michel Temer. Ele foi agressivo com Cabo Daciolo (Patriota), a quem disse: "Vai ter que estudar um pouco se quiser continuar a ser candidato".

Haddad foi definido por Álvaro Dias (Podemos) como "representante do preso que está em Curitiba".

Por sua vez, o petista negou que seja um candidato "teleguiado" por Lula e confirmou que, se eleito, Lula continuará em Curitiba, já que é seu advogado e não vai "descansar enquanto ele não tiver um julgamento justo".