Tá Quente!

Ter, 25/09/2018 | Atualizado em: 25/09/2018 às 05h01


Tá Quente!

O 'mito' vive Bolsonaro fala sobre atentado

Juliana Dias
A+ A-

A TARDE BSB

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) disse que a indicação- dada pela Polícia Federal (PF)- de que Adélio teria agido sozinho no atentado contra ele seria uma maneira de "abafar o caso". A afirmação foi feita durante entrevista para a Rádio Joven Pan, veiculada ontem na internet. O presidenciável ainda sinalizou que a Polícia Civil de Minas Gerais estaria mais "adiantada" nas investigações do que a PF. Mas, ressaltou não culpar a PF pelo ocorrido, já que sabia do risco que corria.

Ele suspeita que a facada tenha sido fruto de um atentado político, planejado e que Adélio não teria agido sozinho, até por causa da possibilidade de ser linchado.

Mesmo se sentindo melhor e podendo ter alta do hospital nessa sexta-feira (28), o deputado não participará de atos de campanha, pois, qualquer "esbarrão" na rua poderia "botar tudo a perder". Portanto, adiantou que continuará a fazer "lives" (transmissões ao vivo pela internet) durante o horário eleitoral.