Tá Quente!

Sáb, 22/09/2018 | Atualizado em: 22/09/2018 às 05h01


Tá Quente!

Eleições Alckmin e Boulos ligados na Bahia

YURI PASTORI e Roy Rogeres
A+ A-

A TARDE BA

Em visita a Salvador, o candidato à presidência Geraldo Alckmin (PSDB) comentou a carta do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, divulgada ontem, que pede a união em torno de um candidato de centro com possibilidades de vitória.

"O presidente, do alto da sua experiência, colocou muito bem. O caminho não é o radicalismo. O extremismo não vai resolver o problema do país", afirmou o ex-governador de São Paulo, que prometeu retomar a confiança no país para atrair investimentos.

Alckmin, que na última pesquisa Datafolha teve apenas 9% das intenções de voto, atrás de Jair Bolsonaro (PSL), Fernando Haddad (PT) e Ciro Gomes (PDT), acredita que esses últimos 16 dias de campanha serão decisivos para conquistar o voto do eleitor. "Nós temos no voto espontâneo 30% do eleitor indefinido, agora que vai efetivar a decisão do voto", disse.

O candidato ressaltou a importância do eleitorado baiano. "A Bahia é decisiva, importantíssima. Vamos crescer aqui", disse reiterando que o comício era o grande momento da campanha dele aqui no Estado.

A caminhada na rua Chile, programada para às 16h, só iniciou após às 17h. Alckmin chegou acompanhado do prefeito de Salvador ACM Neto, do candidato ao Governo do Estado José Ronaldo (DEM) e sua vice Mônica Bahia (PSDB) e do candidato ao Senado Jutahy Magalhães Júnior (PSDB), além de outros apoiadores.