Plantão

Qui, 20/09/2018 | Atualizado em: 20/09/2018 às 07h52


Plantão

Acusado de assassinar estudante é condenado

Das Agências
A+ A-

Jonathan Pereira do Prado, acusado de matar a estudante Kelly Cadamuro durante uma carona em novembro do ano passado, foi condenado a 42 anos e 11 meses de prisão em regime fechado. A sentença foi publicada ontem.

A vítima foi morta em Frutal (MG), após sair de São José do Rio Preto (SP) rumo a Itapagipe (MG), e dar carona a Prado através de um aplicativo de celular. A sentença inclui ainda mais dois anos, 11 meses e sete dias em regime semiaberto. A intenção do assassino seria roubar o carro da vítima, que era estudante de radiologia e viajava para visitar o namorado. No caminho, o acusado a teria estrangulado e a arrastado por uma área ao lado da rodovia. O advogado Márcio Ferrari, que defende Prado, disse que pretende recorrer. Ele falou que seu cliente alegou ter sido torturado para confessar o crime.