Tá Quente!

Sex, 14/09/2018 | Atualizado em: 14/09/2018 às 05h16


Tá Quente!

Lula lá! O 'companheiro' impedido de votar

Da Redação
A+ A-

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Paraná negou o pedido dos advogados de defesa do ex-presidente Lula para votar nas eleições de outubro deste ano na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde está cumprindo pena por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo do tríplex no Guarujá, litoral de São Paulo.

No documento despachado, o presidente do TRE do Paraná, Luiz Taro Oyama, justificou que seriam necessários, no mínimo, 20 eleitores para instalar uma seção eleitoral especial na sede da PF.

Essa regra é estabelecida no Código Eleitoral, como forma de não comprometer o sigilo do voto.

Em uma consulta à custódia da Polícia Federal, no mês de maio, somente o ex-presidente havia demonstrado a intenção de votar, entre os 20 outros presos provisórios que estão no local. Segundo a decisão do TRE, é exatamente essa condição que impede, de acordo com a lei, a instalação de uma urna no local.