Plantão

Qui, 13/09/2018 | Atualizado em: 13/09/2018 às 05h00


Plantão

Aulas foram interrompidas por balaços

Raul Aguilar
A+ A-

redacao@jornalmassa.com

A 6ª Delegacia Territorial (Brotas) deu início às investigações para descobrir quem efetuou os disparos no Colégio Estadual Doutor João Pedro dos Santos, no Bonocô, que atingiu um adolescente de 12 anos nas nádegas, por volta das 20h da última terça (11).

O grêmio estudantil da escola afirmou que os disparos foram efetuados por policiais militares, na direção de moradores do local que passavam em frente à instituição.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que, por volta das 20h, PMs foram ao local para verificar uma denúncia de disparo de arma de fogo, quando encontraram o adolescente ferido e o conduziram ao Hospital Geral do Estado.

A SSP informou que a principal linha de investigação para o atentado é a de que o crime tenha relação com o tráfico de drogas no bairro.

A reportagem foi até a 6ª DT e foi informada que testemunhas foram ouvidas, mas que a delegada não iria comentar o caso.