Esporte

Qui, 13/09/2018 | Atualizado em: 13/09/2018 às 05h00


Esporte

chegou a hora da revanche

gabriel conceição*
A+ A-

Em clima de revanche, o Bahia enfrentará o Palmeiras neste domingo, às 16h, na Arena Fonte Nova, em partida válida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Este será o quarto duelo entre as equipes nesta temporada, com duas vitórias do time paulista e um empate. Na Copa do Brasil, o Verdão foi o clube responsável pela eliminação do Tricolor nas quartas de final.

No segundo encontro do Brasileirão, o Esquadrão terá a missão de vencer o Porco para se distanciar da zona de rebaixamento e melhorar na tabela de classificação. Atualmente, o time baiano ocupa a 13ª colocação, com 28 pontos, quatro a mais que o Sport, clube que abre o Z-4 da competição nacional.

No entanto, apesar dos confrontos decisivos entre as equipes neste ano, o volante Gregore quer deixar de lado o clima de vingança. "A gente foi eliminado perante o Palmeiras, mas agora é outro campeonato. A gente não está preocupado com revanche. A gente quer vencer de qualquer forma para subir na tabela", afirma o jogador.

A sequência dura depois do Palmeiras enfatiza a importância de um triunfo dentro de casa no domingo. Vasco, Flamengo e Grêmio serão os adversários do Tricolor nas próximas rodadas do campeonato nacional. "Nossa sequência não está sendo fácil. Cada jogo é uma decisão. Agora não vai ser diferente. Esses três times que estão no G-6 a gente vai jogar contra e ganhando encostamos neles também. Esse é nosso objetivo", completa.

Para Gregore, o lado positivo da semana é que o treinador Enderson Moreira está tendo dias livres para treinar a equipe visando o duelo com o Verdão, fato que ainda não havia acontecido desde a chegada do técnico. "Uma raridade, mas a gente tem ciência do calendário do Brasileiro. Graças a Deus a gente tem essa semana aberta para descansar, trabalhar potência, velocidade, que não tinha tempo para trabalhar".

O Palmeiras vem empolgado à Salvador para enfrentar o Bahia, após derrotar o Corinthians, na última rodada, e tem um dos elencos mais caros do Brasil. Com 46 pontos, o Verdão ocupa a terceira colocação, busca a liderança do Brasileirão, mas não preocupa o volante. "A gente sabe da qualidade. É um grande investimento feito por eles. A gente tem que concentrar no trabalho do professor para chegar bem e sair com o triunfo", projeta o jogador do Bahia.

*Sob a supervisão do editorLéo Santana