Viver Bem

Ter, 07/08/2018 | Atualizado em: 07/08/2018 às 05h00


Viver Bem

Pressa é inimiga do bem-estar

Nágila Santana
A+ A-

A pressa tornou-se uma das fortes características dos dias de hoje. É muito difícil encontrar alguém que não tenha que cumprir prazos ou horários e não se importe com eles. Se você é uma dessas pessoas que vive correndo contra o tempo, tome cuidado: você pode ser vítima da 'Síndrome da pressa'!

O fenômeno é estudado desde a década de 1980, ainda que a psiquiatria não o reconheça oficialmente. Trata-se de um conjunto de comportamentos que pode comprometer a saúde física e mental do indivíduo, especialmente no ambiente de trabalho.

"Por conta dessa síndrome muitas pessoas trabalham no 'piloto automático' e passam a aceitar mais tarefas do que são capazes de fazer. Perdem o controle e atendem somente a demanda dos outros", relata Márcia Vazquez, gestora de capital humano.

O resultado pode ser, literalmente, visto em comportamentos de tensão, hostilidade, impaciência e sinais físicos, como sono agitado, problemas de memorização, azia, cansaço e hipertensão, o que pode confundir a síndrome com estágios avançados de estresse. "Geralmente, a pessoa demonstra agitação até mesmo no modo de andar, falar e escrever. O passo acelerado, a fala atropelada e a escrita abreviada são sinais de que tem algo errado, que a pessoa não está passando por um bom momento da sua vida", relata Márcia.

Pequenos ajustes na rotina podem ajudar a desacelerar, desconectar a mente e aquietar o pensamento. Se ainda assim o quadro persistir, é bom buscar ajuda profissional.