Esporte

Seg, 06/08/2018 | Atualizado em: 06/08/2018 às 05h00


Esporte

Pontinho bacana no Rio

Daniel Dórea
A+ A-

O Bahia esteve muito perto de terminar a rodada na zona por conta de mais uma derrota fora de casa. Porém, um gol do contestado Edigar Junio a pouco mais de dez minutos do fim do jogo tirou a equipe do Z-4.

O placar de 1 a 1 com o Fluminense, no Maracanã, representou apenas o segundo ponto do Esquadrão em partidas como visitante neste Brasileiro. Pelo menos há sinais de evolução: é o segundo ponto seguido.

Em 15º na classificação, o Tricolor baiano volta a campo nesta quarta, no Uruguai, buscando passagem às oitavas da Sul-Americana após ter vencido o Cerro por 2 a 0 na ida. Pela Série A, pega na próxima rodada o América-MG. A partida será sábado, às 19h, na Fonte.

Para quem cobrava uma postura diferente do Bahia como visitante, o jogo de ontem foi um prato cheio. No primeiro tempo, a equipe sobrou em disposição, ousadia e organização. Com marcação adiantada e decisões acertadas nos contra-ataques, o Esquadrão foi melhor do que o Fluminense, mas acabou castigado com a derrota parcial. Aos 20 minutos, faltou maior atenção ao artilheiro do Brasileirão. Pedro foi acionado livre nas proximidades da área e acertou um chutaço no ângulo para anotar seu décimo tento no campeonato.

Castigo cruel para o Bahia, que ainda chegou perto do gol em uma linda finalização de Zé Rafael, sete minutos depois. Júlio César voou para defender.

No segundo tempo, o Esquadrão até tentou manter o ritmo forte, mas deixou de se impor. Depois, o velocista Élber entrou no lugar do apagado Gilberto e cruzou para Edigar, aos 36, testar no cantinho e empatar.