Plantão

Seg, 09/07/2018 | Atualizado em: 09/07/2018 às 05h00


Plantão

Mulher é vítima de racismo no Canela

Thaís Seixas
A+ A-

A tecnóloga em Petróleo e Gás Marleide Nogueira, de 44 anos, é mais uma vítima do racismo em Salvador. Na sexta-feira, 6, ela estava no restaurante Canela com Pimenta, no Canela, para assistir ao jogo entre Brasil e Bélgica. Em determinado momento, Marleide deixou o restaurante para buscar um material no carro e foi insultada por uma moradora do prédio vizinho ao restaurante, que a chamou de "lixo" e "macaca". Segundo a vítima, os xingamentos foram feitos de forma gratuita. Ela ainda afirma que não assimilou a situação imediatamente, o que aconteceu somente após a mulher repetir os insultos, e reagiu chamando a moradora de racista. Mesmo com os outros clientes apoiando Marleide, a mulher continuou rindo e fazendo gestos obscenos para as pessoas presentes. "Nós fomos à delegacia dos Barris para fazer um boletim de ocorrência", explicou Marilene. Ela ainda irá retornar à delegacia para prestar depoimento.