Plantão

Sex, 06/07/2018 | Atualizado em: 06/07/2018 às 05h00


Plantão

Magistrado ordena que atropelador seja solto

A+ A-

O desembargador Figueiredo Gonçalves, da 1ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo, mandou soltar o comerciante Mohamed Abdul Hadi Hassan Zoghbi, 33 anos, que, na noite da sexta passada (29), dirigindo uma BMW preta atropelou e matou uma família – Cristina Aparecida Solange Coelho, 43, a filha Camila, de 9, e um bebê de 1 ano; uma menina de 9 anos ficou ferida e está hospitalizada. O magistrado acolheu a tese de crime culposo apresentada pela defesa de Mohamed.

Segundo a polícia, testemunhas apontaram que o comerciante dirigia em velocidade superior ao permitido (50 km/h) na zona sul da capital. O atropelamento teria ocorrido na faixa de pedestres. Contra a prisão, os advogados ingressaram com pedido liminar em habeas corpus e alegaram que "esse foi um caso isolado" na vida do comerciante.