Plantão

Sex, 06/07/2018 | Atualizado em: 06/07/2018 às 05h00


Plantão

Fim da linha Matador cai com pistola e erva

A+ A-

Quatro meses após ser apontado pela Polícia Civil como um dos autores da morte da auxiliar de classe Joy Soares da Silva, 41, na Boca do Rio, Fábio Marcos Costa de Novais, conhecido como Fabão, foi preso na tarde de quarta-feira (4), em Itapuã.

Ele foi localizado por investigadores da 34ª Delegacia (Portão) e policiais militares da 52ª CIPM (Lauro de Freiras), em uma casa na Rua Vicente Ferreira Magalhães, próximo à Rua Km 17.

Ele estava com mandado de prisão temporária em aberto pela morte de Joy e foi autuado em flagrante por posse de drogas e associação para o tráfico.

Além dele, Leonardo Silva Nascimento Oliveira e Joseilson Jesus dos Santos também estavam no imóvel e foram detidos. Com o trio, foram apreendidas uma quantidade de maconha e uma pistola calibre .40.

Segundo a delegada Maria Helena Almeida, titular em exercício da 34ª DT, policiais da unidade e os PMs tentavam cumprir mandados de prisão de suspeitos que agem em Portão e, ao receberem uma denúncia, se dirigiram à residência onde Fabão foi encontrado. Os agentes não cumpriram nenhum mandado da 34ª DT.

Em depoimento à polícia, Fabão negou participação no assassinato de Joy e disse que era amigo dela. "(Fabão) Contou que o marido dela o acusou por vingança. Disse que uma vez tentou matar um amigo do marido dela e, por isso, ele está o acusando, mas que não tem nada a ver com o crime", relatou a delegada.