Tá Quente!

Qui, 05/07/2018 | Atualizado em: 05/07/2018 às 05h00


Tá Quente!

Fraudes tira R$ 1,5 bi da saúde do Rio

marco antônio jr / a tarde sp
A+ A-

A Polícia Federal (PF) e o Ministério Publico Federal (MPF) deflagraram ontem a Operação Ressonância, desdobramento da Lava Jato e considerada uma segunda fase da Operação Fatura Exposta, que investiga um esquema bilionário de fraudes no sistema de saúde do Rio de Janeiro.

De acordo com os procuradores, os cofres públicos perderam R$ 1,2 bilhão em um desvio apurado especialmente entre 2007 e 2013, quando o ex-secretário de saúde do Estado do Rio, Sérgio Côrtes, que cumpre prisão domiciliar, coordenou uma formação de cartel com fornecedores de próteses e outros insumos para hospitais fluminenses.

O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, expediu 22 mandados de prisão e, segundo a PF, 33 empresas estavam envolvidas no cartel.

A PF cumpriu 43 mandados de busca e apreensão.