Plantão

Sáb, 30/06/2018 | Atualizado em: 30/06/2018 às 05h17


Plantão

Balaços Polícia apura se trio foi morto por vingança

ANDREZZA MOURA
A+ A-

A Polícia Civil apura se as mortes de Emerson Fiúza dos Santos, 18 anos, Jean Pessoa de Jesus, 23, e do taxista Adilton Bonfim Santos Barreto, 34, na noite de quinta-feira (28), no Vale das Pedrinhas, foram motivadas após os policiais militares Ângelo Soares Portelo, 35, e Telmo Santa Rosa Gonçalves, 44, terem sido baleados, horas antes, no bairro Santa Cruz – no Complexo do Nordeste de Amaralina.

O trio foi executado em locais e horários diferentes. A polícia investiga se homens encapuzados cometeram os crimes.

Os PMs, que são lotados na 40ª CIPM (Nordeste de Amaralina), faziam diligência na Rua Teodoro Sampaio, na localidade Sucupira, quando foram surpreendidos por pelo menos 20 homens fortemente armados, segundo informações do boletim de ocorrência do Hospital Geral do Estado (HGE), para onde foram levados.

Ainda conforme o registro, os policiais foram emboscados ao entrar na rua e não tiveram chance de defesa.

"Só não morreu todo mundo porque o colega [Telmo] sentiu a maldade. Ele percebeu algo estranho e, quando viu uma pessoa correndo, deu ré. Só que os bandidos também perceberam que ele tinha desconfiado e atiraram. Quando ele deu ré, o outro colega já estava baleado", contou um policial.