Viver Bem

Sex, 29/06/2018 | Atualizado em: 29/06/2018 às 05h00


Viver Bem

Doe sangue e se proteja!

Victor Rosa*
A+ A-

Todo mundo sabe que o simples ato de doar sangue pode salvar muitas vidas. Infelizmente, no entanto, na Bahia, somente cerca de 1,2% da população é doadora, percentual abaixo dos 3% recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Segundo o médico coordenador técnico de coleta da Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba), Marcelo Matos, a doação de sangue não faz nenhum mal para quem doa. "Doar é puro altruísmo. Quando se doa apenas as plaquetas, o corpo recupera entre 48h e 72h. Quando a doação é completa, a recuperação acontece de forma gradativa em até 30 dias", explica.

A quantidade a ser retirada depende do peso do doador. Dr. Marcelo informa que mulheres podem doar até 8mg por quilo e homens, 9mg. Contudo, em nenhum dos casos pode passar de 470ml, o que garante a segurança e saúde do doador.

Já a saúde de quem recebe é garantida por exames e a partir de uma triagem prévia, onde serão respondidas questões relativas a histórico de doenças, uso de medicamentos e frequência de atividade sexual.

O médico ainda fez questão de desfazer velhos mitos. "Há quem acredite que quem já recebeu sangue, fez tatuagem ou colocou piercing não podem doar. É mentira! Nestes casos, só é preciso esperar um ano para se tornar um doador", garante.

* Sob a supervisão da editora Ellen Alaver