Qua, 13/06/2018 | Atualizado em: 13/06/2018 às 05h00

'Menina veneno' deu fim em namorados

Da Redação
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Wane Brenda Oliveira, 34 anos, suspeita de envenenar dois namorados em 2017, foi presa na segunda (11), em Itabuna (a 435 km de Salvador). Ela teria usado o veneno conhecido como chumbinho para matar os parceiros, quando desconfiava que eles queriam terminar a relação.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, o primeiro crime foi cometido em 16 de abril, quando a suspeita teria matado Edvaldo Araújo Alves, 40, com quem mantinha uma relação há um ano.

Após ser envenenada, a vítima começou a passar mal na casa de Wane e morreu no Hospital de Base. Na época, a morte foi atribuída a um infarto fulminante.

"A versão não convenceu a família da vítima, que alegava ter conhecimento de que ele estava insatisfeito com o relacionamento com Brenda e desejava rompê-lo", explicou Magda Figueiredo, titular da Delegacia de Homicídios de Itabuna.