Seg, 11/06/2018 | Atualizado em: 11/06/2018 às 05h00

PM é sepultado sob forte comoção

Da redação
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

O sepultamento do cabo da Polícia Militar Gustavo Gonzaga da Silva, de 44 anos, aconteceu ontem sob forte comoção no cemitério do Campo Santo. O PM foi morto a tiros no bairro de Santa Cruz, na madrugada de sábado (9), após ser cercado por bandidos no carro em que estava, próximo à sua casa. Lotado na 4ª Cia de Saúde, do Batalhão de Polícia de Guarda da Polícia Militar (BG), Gustavo estava na corporação há mais de 22 anos. Segundo a polícia, ele teria reagido à abordagem dos bandidos, foi alvejado e não resistiu aos ferimentos. Após a morte do cabo, um suspeito do crime foi morto em confronto com a polícia ainda no final da manhã de sábado, no Nordeste de Amaralina.