Seg, 11/06/2018 | Atualizado em: 11/06/2018 às 05h00

Bahia no combate ao trabalho infantil

Aina Soledad / A Tarde SP
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Amanhã é o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil e a Bahia não tem muito o que comemorar, pois ocupa o segundo lugar no país com o maior número de crianças trabalhando, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2015.

Por aqui, cerca de 70 mil crianças e jovens entre 5 e 17 anos trabalham. Um levantamento da Superintendência Regional do Trabalho, no entanto, indica que essa situação registrou queda de 78% entre 2008 e 2015. Para continuar nessa toada, o Ministério Público do Trabalho na Bahia promove atividades em todo estado durante este mês, entre palestras, campanhas educativas, caminhadas, exibição de filmes e seminários.