Seg, 11/06/2018 | Atualizado em: 11/06/2018 às 05h00

Podia ter sido muito pior, pai!

Jefferson Domingos
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

No apagar das luzes, o Bahia arrancou um empate suado de 3 a 3 contra o Botafogo, ontem, na Fonte Nova. Apesar de ter ficado atrás do placar três vezes, o empate foi ruim para as pretensões do Tricolor. O time está há quatro rodadas sem vencer e segue na zona de rebaixamento do Brasileirão com nove pontos, na 18ª posição na tabela.

O Bahia até partiu para um triunfo ontem, mas teve o ímpeto quebrado logo aos 11 minutos com a famosa "lei do ex" do futebol. Ex-Bahia, Kieza aproveitou falha de Tiago e marcou o primeiro do jogo. O atacante não comemorou o gol. A deficiência de Élber para finalizar foi comprovada, novamente, quando ele deu uma caneta em Marcelo Benevenutto, saiu na cara do gol, mas chutou mal.

Já nos acréscimos do primeiro tempo, ocorreu o lance crucial da partida. Após cobrança de escanteio, o árbitro Leandro Bizzio viu pênalti de Aguirre em Lucas Fonseca. O atacante do time carioca levou o segundo cartão amarelo e, consequentemente, o cartão vermelho. Na cobrança, Régis mandou uma bomba no canto esquerdo, sem chances para Jefferson.

Vinícius e Allione entraram no segundo tempo pra tentar aproveitar a superioridade numérica em campo, mas o Bahia levou o outro gol de Kieza logo aos cinco minutos. O Bahia sentiu e não criou muitas oportunidades. Até que, aos 27, Élber foi à linha de fundo e cruzou rasteiro para trás. Livre de marcação, Vinícius chutou forte e empatou.

Mas a esperança pela virada foi apagada quando Léo Valencia acertou uma linda cobrança de falta no ângulo esquerdo e fez o terceiro do time carioca. O drama do Bahia teve um alívio no último lance, aos 48 minutos. De canhota, Nino cruzou da direita e o pequeno Allione subiu mais alto que a marcação e garantiu o empate.

Na quarta-feira, o Bahia tentará se recuperá contra o Corinthians, novamente na Fonte Nova, na última rodada do Brasileirão antes da Copa do Mundo.